As 7 Sementes Mágicas para sua Saúde

06-01-2017
sementes
  1. Linhaça – tem o poder de controlar o diabetes, auxilia no bom funcionamento do intestino, contribui para uma pele mais saudável e ainda faz uma “faxina” nas artérias. Tudo isso porque tem em sua composição “gorduras do bem”: as monoinsaturadas e as poli-insaturadas (ômega 3 e 6). Elas trabalham pela redução do LDL, o mau colesterol, e ainda contribuem para a saúde cardiovascular (pela presença de ômega 3, que tem propriedade anti-inflamatória e ajuda a evitar o acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos). É rica em fibras lignanas, que aumentam a saciedade e melhoram o funcionamento intestinal. As fibras são importantes para o controle do diabetes, pois contribuem para redução da absorção do açúcar no intestino.
  2. Amaranto – É um alimento tão completo que nutricionalmente assemelha-se a combinação do arroz com feijão. Possui proteínas e aminoácidos que são essenciais para o organismo. É capaz de reduzir a pressão arterial, colesterol e melhorar o funcionamento do intestino. A grande concentração de esqualeno em sua composição, substância somente encontrada em quantidades significativas nos óleos de fígado de animais marinhos, é uma característica singular do amaranto. Suas propriedades naturais incluem ação antioxidante, no combate aos radicais livres, aumento da oxigenação do metabolismo e fortalecimento da membrana celular, auxiliando na melhora do sistema imunológico devido à proteção das células. É também indicado na nutrição preventiva, aquela que tem por objetivo evitar doenças e melhorar a qualidade de vida. É fonte de vitaminas e minerais importantes como Cálcio, Ferro, Fósforo, Potássio, Zinco e Vitaminas do Complexo B e Vitamina
  3. Chia – sementinha poderosa, fonte de vitaminas do complexo B, de minerais como: cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre. Por ser boa fonte de cálcio é uma excelente opção para aqueles que apresentam osteopenia, osteoporose e obesidade. Possui propriedades benéficas à saúde por ser rica em antioxidantes (ácido caféico e clorogênico), que auxiliam na redução dos radicais livres prevenindo o envelhecimento celular. Além disso, tem ação laxativa e promove a saciedade. É uma ótima opção para a alimentação vegetariana, por ser rica em proteínas e diversos nutrientes importantes. Seu conteúdo de fibras favorece a eliminação de fezes e melhorando o funcionamento do intestino. As fibras auxiliam no tratamento e prevenção de doenças como diabetes e doenças cardiovasculares.
  4. Quinua – Esta semente é queridinha de nutricionistas e especialistas em saúde, por conta de seu alto valor nutricional e funcional. Fonte de proteína, carboidratos, vitaminas, minerais, aminoácidos, fibras e cálcio, é o melhor e mais completo alimento de origem vegetal, tem boa relação de cálcio e magnésio, sendo importante para absorção de cálcio nos ossos. Entre os 18 aminoácidos encontrados na quinua, dois – metionina e lisina – estão ligados ao desenvolvimento da memória e dos reflexos, e um deles – tripofano – é capaz de liberar no cérebro a serotonina, substância que dá sensação de bem-estar. Além disso, a quinua está livre de gorduras saturadas e colesterol.
  5. Aveia – O consumo regular de aveia faz com que o intestino funcione corretamente, absorvendo os nutrientes que o organismo necessita e deixando de ser preguiçoso. Para os diabéticos, as fibras de aveia juntam-se ao açúcar dos alimentos, fazendo-os cair mais lentamente na corrente sanguínea. Para quem tem colesterol alto a aveia é uma ótima aliada na redução do LDL, pois suas fibras são solúveis em água e se transformam em um gel que faz com que as gorduras não se depositem nas artérias, ajudando a baixar os níveis de colesterol ruim, prevenindo doenças do coração e também câncer de intestino. Além das fibras, a aveia é uma ótima fonte de vitaminas e minerais. Cálcio, ferro, cobre, zinco, magnésio, fósforo e manganês são encontrados em abundância no cereal, e também as vitaminas E e as do complexo B e proteínas. É um cereal completo.
  6. Gergelim – possui grande quantidade de proteínas, gorduras e carboidratos, sem falar nas fibras e nos lipídios, importantes na redução do colesterol do sangue, com propriedades anticancerígenas e antioxidantes. Também possuem alto teor de cálcio, fósforo e ferro e são ricas em vitaminas do Complexo B. As sementes de gergelim são ricas em manganês, cobre e cálcio, contêm Vitamina B1 e Vitamina E. Elas também contêm fitoesteróis, que bloqueiam a produção do colesterol. Os nutrientes do gergelim são melhor absorvidos se triturados antes do consumo. Contêm uma grande variedade de princípios nutritivos de grande valor: lipídeos, ácidos graxos insaturados, lecitina, proteínas, vitaminas (E, B1 e B2) minerais e oligoelementos. É ideal para quem procura boa forma ou mesmo uma dieta equilibrada, pois ele possui grande quantidade de fibras, o que auxilia no bom funcionamento do intestino.
  7. Semente de Girassol – são uma excelente fonte de vitamina E, um poderoso antioxidante. As sementes de girassol são ricas em fitoesteróides e ajudam a reduzir os níveis de colesterol “mau” no sangue, a aumentar a resposta imunológica e a diminuir o risco de contrair alguns tipos de cancro. O magnésio existente nas sementes de girassol é ótimo para relaxar os nervos, logo ajuda na descontração muscular e dos vasos sanguíneo. As sementes de girassol também são ricas em selênio, mineral fundamental para uma boa saúde pois auxilia na desintoxicação do organismo e tem ação preventiva a nível cancerígeno. O consumo de girassol auxilia no controle da tensão pré-menstrual, favorece a recuperação de processos inflamatórios, auxilia na mobilização do ferro para a síntese de hemoglobina, adrenalina e a formação de tecidos conjuntivos.