As respostas mais importantes das 3 perguntas para sua Vida funcionar

14-09-2015
evolução-espiritual

 

Uma voz interior lhe diz que há muito mais coisas em você e na vida do que aquilo que você é capaz de sentir atualmente. ” (Palestra 204 do Guia Espiritual do Pathwork)

Você sabe o que é o Pathwork?

(Essa não é a primeira das três importantes perguntas para você responder)

Alguns diriam, Pathwork  é um trabalho manual onde unimos pedaços de pano para construir um único tecido.

Está certo e errado. E pode ser as duas coisas. (!? !?)

Na verdade, o Pathwork é um Caminho de Autoconhecimento e de Transformação. Vamos juntando partes de nós mesmo que reconhecemos, entendemos e acolhemos no caminho em direção as profundezas de nosso mundo interior.

O Pathwork é uma disciplina espiritual contemporânea que promove o desenvolvimento pessoal.

Como é isso? Vou lhe explicar.

Em algum momento da vida, tenho certeza, que você já fez pelo uma destas três importantes perguntas:

1)      Quem sou eu?

2)      O que estou fazendo?

3)       E para onde vou?

Qual delas você mais fez?

Respondê-las nem sempre é fácil, principalmente quando estamos iniciando nossa jornada em direção ao nosso mundo interno. Estamos tão envolvidos com a rotina diária de trabalhar, levar as crianças à escola, ir ao médico, diversão, estudar… Dedicamos quase nada de tempo ao nosso mundo interno.

É o lema da música do Zeca Pagodinho –“Deixa a vida me levar”! É deixar as circunstâncias – as situações – nos levarem!

E responder essas três perguntas envolve um compromisso com cem por cento do percurso da nossa vida. Responder essas perguntas é como decidir aprender a dirigir. Dirigir a vida!  A sua vida! É desta forma, que podemos conquistar a satisfação e a alegria de estarmos no mundo e de estarmos bem conosco. É aquela sensação agradável de paz e plenitude, de nos sentirmos conectados com o presente e com Deus.

A maneira de alcançarmos essa parte divina que se encontra lá dentro de nós, sempre será através do caminho íngreme e estreito do autoconhecimento. E consequentemente, vamos entrando passo-a-passo em nossa psique, como se fossem as camadas de uma cebola até que nos seja possível nos aproximarmos do Cerne de nosso Ser. Isso é, percorreremos um caminho dentro de nós e, nele, poderemos encontrar as pedras nas quais continua e repetidamente tropeçamos sem sequer sabermos como retirá-las deste nosso caminho.

Através dos novos entendimentos e compreensões que vamos gradativamente obtendo nesta forma de caminhar, aprenderemos mais e mais sobre estes tais obstáculos pedregosos nossos – aqueles que nos impedem de alcançarmos nossas aspirações mais profundas e acalentadas. Aprenderemos como retirá-los de nosso caminho.

O objetivo é sermos melhores, sempre melhores! Este é o norte! Esta é a direção! E, a base para tudo isso é conhecermos a nós mesmos.

No entanto, esse será um trabalho interno no qual será preciso examinar o nosso mundo interior através do uso de muita honestidade. E isso significa encarar muitas características nossas, certamente desgarradas por nos parecerem ser muito pouco lisonjeiras – encarar nossas falhas, nossos erros, os nossos defeitos.

Fica aqui uma sugestão: Pare, pense e responda: Qual é o defeito seu que acredita mais ter prejudicado você ultimamente? Seria aquela vontade “prática”, quase “inteligente”, de deixar para depois – a postergação? Ou seria aquela sua preguiça autorizada, explicada por aquele esforço “descomunal” que você fez no mês passado? E que tal se fosse aquela sua “ocasional” distração que sempre o surpreende ao realizar tarefas que detesta fazer?

Poderia também ser o fato de “escolher” abster-se de manifestar aquela raiva justa para continuar sendo aquele indivíduo impecável e politicamente correto?

Poderia também ser um indesejado excesso de peso, de fumo, de álcool, de gastos, de tristeza ou de medo?

Pois saiba que cada defeito que você vier a encarar e trabalhar para dissolver será a disponibilização de um fluxo de energia boa a mais, para que mais e mais aspirações suas possam eleger-se a realizarem-se! É como se estivesse liberando uma corrente de força que lhe permitirá o surgimento de possibilidades infinitas para seu corpo e sua alma tornarem-se cada vez mais saudáveis e livres de amarras. Permitirá mais segurança e mais felicidade em seu caminho de desenvolvimento. E, provavelmente, você perceberá estar cada vez mais perto de Deus e de sua Divina Presença. Perceberá estar a caminho de saber quem seja seu Eu Real – e toda sua amorosidade e sabedoria.

 

Para saber mais, participe da palestra:

“ Pathwork – Caminho de autoconhecimento e transformação ”

5ª feira – 17/09/2015 – 19:30 hs – Aicita

 

PALESTRANTES:

Égle Filiaci, Psicóloga (CRP: 06/13232-0), Terapeuta em Bioenergética e Core Energetics em Madri, Espanha onde residiu por 13 anos. Facilitadora de Grupos de Estudo do Pathwork.

Nelson Simas Costa (CRT: 45154), Helper e Facilitador de Grupos de Estudos do Pathwork, Terapeuta Core Energetics.