Comer bem para dormir bem

09-09-2014
dormir-bem

Comer bem é essencial durante todo o dia. Porém, a noite requer alguns cuidados especiais com a alimentação graças às mudanças que o período proporciona ao nosso corpo. Com o metabolismo em marcha lenta, uma alimentação errada pode atrapalhar o sono.

O que comer à noite.

O ideal é ingerir alimentos que auxiliem no processo de relaxamento. Um exemplo é a alface, que possui uma substância com ação calmante chamada lactucina.

Carnes magras, leites e iogurtes desnatados e queijos magros, além de nozes, banana e leguminosas contém o triptofano que após chegar ao cérebro auxilia na liberação de serotonina, dona de uma ação sedativa.

Frango, atum, cereais integrais, semente de gergelim, tofu, soja, caju e tomate contém Vitamina B6 e magnésio que também melhoram a produção de serotonina e devem ser incluídos sempre que possível nas refeições noturnas.

Algumas bebidas podem auxiliar para uma boa noite de descanso. É o caso do chá de camomila, que traz relaxamento pela melatonina; e o leite quente, rico em triptofano.

Horário também é importante! – O ideal é jantar cerca de duas a três horas antes de dormir, para que o organismo tenha tempo suficiente para realizar a digestão e não haja a sensação de estômago pesado. Dormir logo após ter realizado a refeição pode ocasionar algum desconforto, como azia, gases ou queimação.

Dormir é tão essencial para conservar a saúde quanto ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos regularmente. O sono é essencial para diversas funções cerebrais, como memória, aprendizado e concentração. Também contribui para a boa qualidade fisiológica, pois garante disposição e energia para o corpo,

Dormir bem ajuda a evitar rugas e acúmulo de gorduras, garante o bom funcionamento fisiológico e ainda favorece o desempenho físico. Prova disso são as infindáveis pesquisas que mostram como quem viveu muito tempo teve ao longo da vida um sono regular. Isso acontece porque dormir é sinônimo de descansar o corpo do desgaste físico do dia. É também o momento de reorganização da mente após um período de muitos estímulos. Por isso, é fundamental garantir a qualidade do sono.