CONSTRUINDO PAZ – Parte 2

04-01-2016
Paz-muita-Paz

Valorize as pessoas Aprenda a valorizar as pessoas as quais se vincule afetivamente. Se você promover a felicidade alheia vai melhorar o clima de sua convivência e, pela leia da causa e efeito, colher as alegrias do bom relacionamento.

Aproveite o tempo Valorize sem tempo. Aproveite os minutos que tem à sua disposição para uma leitura edificante, as tarefas de beneficência, a visita ao enfermo, a correspondência ao amigo carente de uma palavra confortadora. Quem cede sua mente ao bem, encontra mil maneiras de cooperar na construção de um mundo melhor.

Cuide do corpo O corpo é nossa máquina de existir e para que possamos realizar nosso aprendizado ele precisa estar saudável e bem equilibrado. Por isso, cultive bons hábitos de vida e dê ao seu organismo o que ele necessite para seu bom funcionamento. A carência de vitaminas e minerais enfraquece e desequilibra o corpo e a mente.

Harmonize o Ambiente O interior da casa e de nosso local de trabalho interfere em nossas emoções. Para que esses espaços nos tragam qualidade de vida precisamos arruma-los, areja-los e cuidar das energias circulantes. Princípios do Feng Shui e essências aromáticas podem dar uma grande contribuição para a harmonização dos ambientes.

Harmonia Íntima A paz do mundo está sempre sujeita à transitoriedade das coisas, mas a paz interior é fruto sobretudo da consciência tranquila pelo dever cumprido. A desordem interior também, gerada por traumas, energias negativas e problemas emocionais que vão se acumulando desde a infância, causam bloqueios energéticos e impurezas que impedem a harmonização. Se você quer fazer o melhor e se sente angustiado ou depressivo, conte com a ajuda de florais, da meditação ou mesmo de uma terapia. Todos esses caminhos favorecem a harmonia interior.

SUGESTÃO.

Flora Figueiredo.

Faça o seguinte: assopre o pensamento triste, deixe escorrer a última lágrima, conte até vinte.

Abra então a janela, aquela que dá para o vôo dos pardais, procure a luz que pisca lá na frente (evite as sombras que ficaram lá pra trás)

Ao encontrá-la, coloque-a dentro do peito de tal jeito, que possa ser notada do lado de fora;

acrescente agora uma pitada de poesia, do tipo que passa por nós todos os dias

e nem sequer consegue ser notada; aumente o brilho, com toda intensidade de que um sorriso é capaz.

A felicidade é o seu limite, e o paraíso é você mesmo quem faz.