Aula Prática de de “Do-in”

Quem nunca sentiu aquela dorzinha incômoda em alguma parte do corpo e instintivamente procurou apertar a região na tentativa de amenizá-la? Essa busca automática pode ser traduzida como Do-in.

A automassagem sobre os mesmos pontos utilizados pela acupuntura é mais conhecida no Brasil pela expressão japonesa “do-in”, cuja tradução literal é “caminho de casa”, ou seja, é um caminho prático para cuidar da nossa “casa”, o corpo. Essa automassagem é feita com a pressão dos dedos sobre pontos diversos na pele e tem por objetivos mais comuns estimular uma função que esteja em desarranjo, ou sedar a dor numa área.

O “Do-in” é de simples aplicação e pode ser usado por crianças e adultos no tratamento auxiliar de diversas situações de saúde, tais como cólicas intestinais, cólicas menstruais, TPM, insônia, ansiedade, cefaleias (dores de cabeça), gripes, resfriados, sinusites, entre outros.
 
O “Do-in” se baseia no principio que existe uma energia vital (ki) que é assimilada pela respiração e alimentação e distribuída pelo corpo através de canais ou meridianos. Esses canais possuem pontos que são estimulados com a técnica, levando Ki para onde está em falta e retirando os excessos de alguma área específica.

Essa tradicional prática oriental, se mantém como um importante aliado de bem-estar do mundo contemporâneo. O motivo é simples: a auto-massagem traz resultados rápidos e animadores. Entre 7 e 10 minutos após a aplicação já é possível sentir melhoras nas dores. Além disso, o fator praticidade também pesa bastante na rotina corrida dos dias atuais, já que as aplicações são feitas pela própria pessoa.

A ação do Do-In não é apenas sintomática. A auto-massagem tem sido muito utilizada como prática preventiva no combate ao estresse. As pessoas que praticam regularmente o Do-In manifestam mais vitalidade, equilibram suas emoções e percebem suas mentes mais claras e lúcidas. Ao se tocar durante a prática, a pessoa adquire maior consciência de si mesma e passa a conhecer-se melhor.

Se você gosta de se cuidar, estamos propondo uma aula prática  de 2 horas, dia 12 de fevereiro às 19:00horas, que tem por objetivo introduzir os participantes nessa técnica milenar e aprender a localização e utilização de alguns pontos mais comuns para problemas do dia a dia. Na aula os participantes receberão um guia visual dos pontos vistos em aula, bem como um resumo das indicações e contraindicações da técnica.

O orientador dessa vivência tem extensão universitária em massagens orientais, especialização em acupuntura, já lecionou “do-in” e “shiatsu” em escola técnica e na faculdade da terceira idade.

Informe-se (4524-2763 – Farmácia Raízes) e participe!