Existe luz no fim do túnel

11-05-2017
BODYBALANCE200x200px

O mundo está envelhecendo. Pessoas com 60 anos ou mais fazem parte de 12,3% da população mundial e, até 2050 este número deve chegar a 22%.

O envelhecimento provoca, entre outras coisas, perda de massa muscular. O número de pessoas seriamente afetadas pela perda de massa muscular chegará a 20 milhões até 2050 no EUA, Europa e Japão. Deste número, estima-se que 10% a 20% dos afetados correrão sérios riscos de perderem sua independência devido a esta condição.

A perda natural  começa por volta dos 40 anos e aumenta significativamente a partir dos 70 anos. A diminuição da massa e função muscular em adultos caracteriza a SARCOPENIA.

Atualmente 1,4 bilhões de pessoas ao redor do mundo estão acima do peso e o aumento da gordura corporal também pode ser uma consequência para a perda de massa muscular.

Uma alimentação não balanceada e a absorção e utilização inadequada dos nutrientes afetam diretamente a saúde e contribuem para um piora do quadro.

A falta de exercícios físicos resulta na perda de tônus muscular. Sem a quantidade de massa muscular adequada, nosso metabolismo fica sobrecarregado e a nossa mobilidade é afetada.

Os músculos são essenciais para a prática de atividades físicas, assim como para a manutenção da estabilidade e postura corporal. Eles ativam a corrente sanguínea e ajudam na digestão dos alimentos. A perda de massa muscular ao longo da vida significa perda de mobilidade, o que é acompanhado pela perda de independência e consequentemente da qualidade de vida.

Para a manutenção de um estilo de vida saudável se faz necessário combater este mal (sarcopenia) que, infelizmente, faz parte do processo natural do envelhecimento de todos nós.

O nível de sofrimento depende do estado geral e do incômodo constante afetando o indivíduo. Ainda assim, as pessoas estão cientes de que está cada vez mais difícil realizar as tarefas do dia a dia. A maioria está ciente sobre a causa e efeitos de seu esforço e da degeneração muscular, e, ainda assim, apontam como causa os efeitos colaterais do processo de envelhecimento.

Cientistas e profissionais da saúde frequentemente recomendam a combinação da prática de exercícios físicos a uma boa nutrição para combater ou retardar os sinais da sarcopenia. Uma dieta saudável e balanceada em combinação com uma suplementação com nutrientes específicos, atrelada à pratica de exercícios de resistência são fatores cruciais para a manutenção da massa muscular, força e composição corporal.

Pensando nisso, a GELITA desenvolveu BODYBALANCE®, ele é composto por Peptídeos Bioativos de Colágeno® específicos, testados clinicamente em uma recente publicação do jornal Britânico de Nutrição. Este é o primeiro estudo que investiga os efeitos dos peptídeos de colágeno na composição corporal e na força muscular.

O colágeno BODYBALANCE® da GELITA é um ingrediente eficaz para a manutenção da força e do tônus muscular em pessoas de todas as idades. Ele representa uma evolução da ciência para o dia a dia. Devido às suas diversas propriedades tecnológicas, o colágeno BODYBALANCE® é uma proteína pura, não alergênica, ideal para ser combinada a outros ingredientes alimentícios e aplicada a uma variedade de aplicações, por exemplo: em bebidas, barras, suplementos em pó, sopas ou géis.

Consulte seu médico ou nutricionista.