Fígado, Perfeito termômetro da nossa saúde física e mental – Parte 2

30-09-2016
figado

O fígado é um jogador chave no nosso sistema digestório. Ele realiza trabalhos vitais, mas, talvez o mais importante seja a desintoxicação e limpeza pois tudo o que comemos e bebemos passa pelo fígado.

Por tudo isso e muito mais precisamos manter a sua saúde. Não é muito difícil manter o fígado em bom estado, mas além dos cuidados que já vimos devemos também introduzir na nossa dieta os considerados ‘’bons” alimentos para o fígado, tais como:

Beterraba e cenoura: As cenouras são ricas em glutationa, uma proteína que ajuda a desintoxicar o fígado. Ambas são extremamente ricas em flavonoides e beta-caroteno. Consumir sucos de cenoura e beterraba pode ajudar a estimular e melhorar a função global do fígado.

Tomates: Contém grandes quantidades de glutationa. Por ser rico em licopeno, também pode nos proteger contra o câncer de mama, pele e pulmão.

Espinafre: Fonte importante de glutationa.

Frutas cítricas: Limões e laranja porque contêm quantidades muito elevadas de vitamina C, que ajuda a estimular o fígado e a transformar materiais tóxicos em substâncias que podem ser absorvidas pela água.

Repolho: Os isotiocianatos feitos a partir de glucosinolatos do repolho fornecem enzimas hepáticas desintoxicantes.

Cúrcuma: A cúrcuma é um tempero que ajuda a desintoxicar o fígado. Isso é feito através do apoio de enzimas que eliminem os carcinógenos alimentares.

Nozes: Boas fontes de glutationa, ômega-3 e aminoácido arginina, que atuam na limpeza do fígado, especialmente na desintoxicação de amônia.

Abacate: Rico em nutrientes, ajuda o corpo a produzir a glutationa.

Maçãs: São ricas em pectina e outros produtos químicos essenciais para limpar e liberar toxinas. As maçãs servem de neutralizadores da carga tóxica durante o processo de limpeza.

Couves de Bruxelas: É rica em enxofre e antioxidantes, que obrigam o fígado a liberar enzimas que bloqueiam os danos causados ​​por toxinas ambientais ou alimentares.

Dente de leão: Auxilia na quebra de gorduras, produzindo aminoácidos e, geralmente, livrando-o de toxinas.

Vegetais de folhas verdes: Vegetais verdes são extremamente ricos em clorofila, que aumenta a produção da bile, neutraliza os metais pesados, produtos químicos e pesticidas, reduzindo a carga desses compostos no fígado.

Chá Verde:  Rico em antioxidantes conhecidos como catequina, um composto conhecido por auxiliar na função do fígado.

Azeite e Óleo de linhaça: são alimentos bons para o fígado, pois fornecem uma base líquida que pode sugar toxinas nocivas no organismo.

Própolis:  obtido das abelhas contem substancias chamadas bioflavonóides que estão ligadas a uma melhora da função do fígado. Dessa forma, ajudam a acelerar a desintoxicação do organismo.

 

O fígado na visão da Medicina Tradicional Chinesa (MTC)

O fígado, do ponto de vista energético, está estreitamente envolvido com a vesícula biliar, mas também com os olhos, ombros, joelhos e tendões, unhas, seios e todo o aparelho reprodutor feminino.

Na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim o é para o homem. Praticamente todo o sistema reprodutor feminino é regido pelo fígado, responsável por alterações no ciclo menstrual, presença de cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos ou prurido vaginais, alterações da libido como frigidez e impotência. O fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo. Como o movimento do sangue segue o movimento da energia, dizemos que o fígado direciona a circulação do sangue e regula também o ciclo menstrual. Age também sobre o sono sendo que as insônias que ocorrem entre as 23 horas e  1 hora estão ligadas a esse órgão e a raiva contida.

Mas seu papel mais importante, é sem dúvida, sobre o equilíbrio emocional. É o livre fluir da energia do fígado que vai nos permitir responder vitoriosamente aos desafios da vida, aos estímulos emocionais e afetivos, 24 horas por dia, cada segundo de nossa vida, sem parar.

E para resumir o termo “de bem com o fígado” aqui estão algumas dicas:

-Desintoxicar-se diariamente com o aumento do consumo dos alimentos de origem vegetal, maduros, crus, idealmente orgânicos e integrais.
 -Desintoxicar-se diariamente praticando a terapia do riso, as brincadeiras, as artes, o lazer.
– Praticar atividade física moderada diariamente. Vocês não têm noção de como este hábito é vital para o livre fluxo de energia do fígado.
– Os sabores ácido e amargo, assim como os alimentos de cor verde são os maiores aliados do fígado. Entretanto, na primavera, evite exagerar nos sabores ácidos e picantes.
– Evitar intoxicar-se com alimentos muito gordurosos (pela qualidade, gordura animal e óleos refinados, como pela quantidade), frituras, açúcar, café e álcool.
– Evitar vida sedentária e estressante, o mau humor, desilusões  e grandes expectativas. Medite e viva na REAL.

Emoções contidas

Não é somente a alimentação que afeta o fígado. Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, a ira e os nervos contidos danificam o fígado diretamente. Para evitar esses danos, devemos aprender a administrar nossas emoções e realizar atividades que ajudem a canalizar a raiva, como atividades esportivas ou artísticas.

Além disso, existem florais e outras terapias complementares que nos auxiliam a manter o “bom humor” do fígado.