Porque comemos mais no inverno

12-07-2015
inverno

É só diminuir a temperatura, chegar aquele friozinho que já começamos a comer mais, não é mesmo? Isso até que é normal, pois o nosso organismo passa a gastar mais energia para manter nosso corpo aquecido nesse período. Porém, esse gasto energético não é tão alto assim, afinal, nosso país é tropical e não passamos por invernos tão rigorosos como em outros países. Quando comemos, produzimos calor para que ocorra a transformação e a digestão dos alimentos em nosso organismo e assim temos a sensação de estarmos mais aquecidos e por isso a tendência é consumirmos alimentos mais gordurosos e mais calóricos no inverno, devido a esta necessidade de aquecimento.

Vale lembrar que não devemos exagerar, porque no inverno, também é época de manter a forma, manter o foco e continuar com os bons hábitos alimentares, para evitar o ganho de peso durante a estação.  Também não podemos abandonar a academia, só porque o tempo esfriou.  É importante manter a rotina da prática de exercícios físicos ou caminhada, para ter o gasto calórico e melhorar o sistema imunológico, uma vez que a prática de exercícios, regularmente atua no aumento da produção de macrófagos, que alertam as células aos ataques das bactérias ao organismo, já que nesse período é tão frequente algumas doenças como gripes e resfriados.

Para espantar o frio sem exagerar na alimentação, sugerimos:

-  Mantenha os lanches naturais, como o pão integral e recheios como: queijo branco, peito de peru, ricota, entre outros. Você pode esquentar o pão em uma tostadeira, deixando- o mais quentinho e em seguida acrescentar o recheio.

- No chocolate quente, substitua alguns ingredientes: prefira o leite desnatado, pois fornece um menor teor de gordura e o achocolatado deve ser light.

- Para o jantar, temos sopas! As opções caseiras são mais saudáveis e pouco calóricas. Uma boa escolha é sopa de legumes, sopa de mandioquinha, sopa de batata com brócolis entre outras. Fuja dos temperos industrializados e abuse das ervas frescas e raízes como o gengibre.

-  O consumo de saladas, legumes e verduras, é bem menor nessa estação do ano, mas não podemos deixa-los de lado. Nesse caso, a dica é consumir os alimentos refogados ou cozidos. E para dar um reforço na alimentação, as frutas ricas em vitamina C, como laranja, limão, abacaxi, acerola etc, são as mais indicadas. Melhoram a imunidade e ajuda a  combater gripes e resfriados.

- Os chás, também são bem vindos! Use e abuse de canela, gengibre, maçã, capim-cidreira, casca laranja, cravo-da-índia, hortelã que além de aquecer, alguns, possuem propriedades que auxiliam também no emagrecimento como é o caso do chá verde ou chá de hibiscus.

- Para o fondue de chocolate (porque ninguém é de ferro), a calda poderá ser preparada com maior quantidade de chocolate meio amargo em relação ao chocolate ao leite.  Também prefira usar o creme de leite light, em substituição do tradicional.

- Por último, não se esqueça de beber água! Apesar de diminuirmos nossa transpiração, a necessidade de hidratação continua a mesma e garante o equilíbrio do corpo.

Agora que já sabemos como cuidar da alimentação  no inverno, se agasalhe bem e se tiver um tempinho assista um bom filme debaixo do cobertor.

 

Fonte: Informativo nutricional Sanavita/ Junho -2015